Tipos de stablecoins e colaterais

Ao contrário do Bitcoin e de outras altcoins, as stablecoins são ativos criptográficos com valor estável, onde flutuações em seus valores não ocorrem com frequência. Neste post vamos falar sobre as diferentes stablecoins que existem.

Uma stablecoin é um token digital cujo valor permanece estável. As mais comuns são geralmente garantidas por moedas fiduciárias (ou seja, euro, dólar, etc.). Da mesma forma, podem ser lastreadas por outros cripto-ativos ou, menos frequentemente, por algoritmos que garantem seu valor estável. É assim que elas alcançam parcialmente a sua estabilidade.

Se alguém estiver interessado em manter um ativo criptográfico sem a necessidade de depender de moeda fiduciária, mas sem estar exposto às mudanças potenciais no valor das criptomoedas tradicionais, ter uma stablecoin é uma boa alternativa. A seguir, revisamos os diferentes tipos de stablecoins existentes.

Vinculado à moeda fiduciária:

As stablecoins mais conhecidos estão relacionadas ao dinheiro tradicional, como o dólar ou o euro. Uma paridade fixa é estabelecida entre a criptodivisa e a moeda real: um certo número de unidades de stablecoins valem certas unidades da moeda fiduciária. Ao contrário das altcoins, a emissão dessas moedas é centralizada. Seu regulador é a empresa que possui o sistema de blockchain que os executa. Uma das mais relevantes é a USD Coin (USDC), criada pela Circle Internet Financial (e comercializada pela SatoshiTango) e atrelada ao dólar norte-americano. Existe também a Euro Stasis (EURS), ligada ao Euro, entre muitos outros.

Vinculado a criptomoedas:

Ao contrário de outras stablecoins, este novo tipo de stablecoin tem uma base descentralizada. Não está relacionada a uma moeda fiduciária ou commodity, mas está ancorada em outras criptomoedas. Ainda existem poucas criptomoedas desse gênero. Seu exemplo mais conhecido é a Dai, que está associado ao Éter. Seu preço fixo é 1 DAI = 1 USD. Se o valor da DAI ultrapassar 1 USD, o algoritmo oferece incentivos econômicos aos usuários do Ethereum para trocá-lo por DAI (baixando seu preço); Caso contrário, se o valor for inferior a 1 USD, são oferecidos incentivos para trocar DAI por ETH (aumentando o seu valor). Você também encontrará a DAI entre as opções de stablecoin que oferecemos para compra.

Apoiada por commodities:

Nesse caso, a lógica é bastante semelhante à dos criptos vinculados à moeda fiduciária. Uma certa quantidade de cripto tem uma paridade fixa com uma certa quantidade de um produto, como ouro, cobre ou petróleo. O positivo é que seu valor não depende do banco, mas sim do valor das matérias-primas, cujo valor varia de acordo com o contexto econômico global. Uma das mais conhecidas desse tipo é o Petro, a criptomoeda venezuelana, ligada ao valor do petróleo.

Não vinculada a outro ativo:

Chamada de seigniorage, seu mecanismo é bastante semelhante ao dos bancos centrais de cada país. Um valor fixo é definido (por exemplo: 1 criptomoeda = 1 dólar); Se o valor se afastar do preço estabelecido, a empresa proprietária da moeda emite ou adquire os tokens em circulação, para que a cripto volte ao preço originalmente estabelecido. Um exemplo é NuBits (USNBT), cujo algoritmo regula seu valor.

Estes são os tipos de stablecoins mais populares do mercado. Na SatoshiTango, oferecemos DAI e USDC, que é lastreada em dólares americanos. O que você está esperando para  comprar as suas stablecoins na SatoshiTango?

Deixar uma resposta